Combate à Violência Doméstica

Este projeto tem como objetivo principal o empoderamento e a Independência das vitimas de violência doméstica

Photo of Diana
3 13

Written by

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 18 e 25 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Lista de verificação de elegibilidade

  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • ECOGERMINAR - com Escola Superior de Educação de Castelo Branco e Instituto Politécnico da Guarda

Qual o mês e ano em que nasceste?

3 de novembro

Com que género te identificas?

  • Feminino

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

A violência doméstica acontece sempre que o agressor/ ofensor considera que o seu abuso é aceitável e improvável de ser reportado devido ao facto de as vítimas estarem encurraladas devido à falta de recursos financeiros, medo, vergonha e até mesmo para tentar proteger os filhos. Geralmente o mais afetado por ele são as mulheres. É importante que estas não tenham medo de acusar os agressores e se sintam protegidas e seguras para os denunciarem

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Quando estava a realizar um trabalho na faculdade reparei que todos os projetos realizados nesta problemática centravam-se essencialmente na consciencialização e sensibilização das vitimas, não havendo um projeto de empoderamento das vitimas

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

Este projeto vai ser realizado por mulheres que já tenham sido vitimas de violência doméstica de modo a ajudar outras mulheres que estejam na situação que elas já tiveram. Estas mulheres como já passaram pelo mesmo têm a noção e a perceção das necessidades e dos medos que as vitimas possuem. 

Este projeto tem como principal objetivo reduzir os índices de violência doméstica contra a mulher, implementar uma política de proteção às vítimas visando a promoção da justiça e da equidade social e auxiliar mulheres vítimas de violência doméstica através do acolhimento psicológico e jurídico e de ajuda para uma possível recolocação profissional. 

4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

Em relação a muitos projetos que se centram essencialmente na consciencialização e sensibilização das vitimas, este projeto pretende empoderar as vitimas através de outras mulheres que já tenham sido vitimas.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Sim
  • Sofia Costa: Soficosta16@gmail.com ; Ana Rute : anaruteinacio99@gmail.com

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito de Coimbra

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Resido na aldeia de São Gião que pertence ao distrito de Coimbra

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito de Coimbra

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

Como resido numa aldeia tenho a perceção que existe muitas pessoas que são vitimas de violência doméstica mas que devido ao facto de não se sentirem protegidas e não conheceram nenhum apoio não o denunciam.

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

Pretendo que todas as pessoas, principalmente as mulheres que são vitimas de violência doméstica se sintam seguras e que não tenham medo de denunciar as situações de violência. 

Pretendo que estas mulheres se sintam apoiadas em todos os momentos e em todas as etapas de combate à violência doméstica 

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Não

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.
  • Trouxe uma ideia ou movimento que já existia para a minha família, comunidade, escola ou empresa. Exemplos: Encorajei amigos/família a começar a reciclar, instalei baldes do lixo para reciclagem na comunidade local, comecei um clube para ensinar raparigas a escrever código no computador, liderei campanhas para informar eleitores, organizei um workshop ou evento comunitário sobre um tema que me preocupa/move, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Organizando comunidades
  • Juntando pessoas
  • Dando oportunidades de voluntariado
  • Dando ferramentas ou infraestruturas
  • Ligando pessoas/grupos que de outra forma não se conectariam

10. Se um amigo ou colega te motivou a participar, escreve aqui o seu nome e email.

Sofia Costa : soficosta16@gmail.com Ana Rute Inácio : anaruteinacio99@gmail.com

3 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Matilde Almeida
Team

Muitos parabéns pela ideia. É um projeto extremamente importante e necessário.

View all comments