Stukata

Orquestra de Percussão com Materiais Reutilizados

Photo of Keveni Fernandes
4 11

Written by

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 18 e 25 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Lista de verificação de elegibilidade

  • Na Ashoka, definimos agente de mudança como qualquer pessoa que se põe em acção para responder a um determinado problema, activa outros, e trabalha no sentido de encontrar soluções para o bem de todos. Se te consideras um(a) jovem agente de mudança assinala esta caixa.
  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.
  • A tua ideia será implementada em território português.
  • Confirma que dás o teu consentimento para que possamos dar visibilidade ao teu projeto e percurso neste desafio, nas redes sociais.
  • Confirma que tens o direito de usar ou partilhar qualquer conteúdo que tenhas colocado neste formulário de candidatura.
  • Se tens menos de 18 anos, confirma que tens autorização dos teus pais ou encarregados de educação para participar neste desafio, através do formulário enviado por email, assinado.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • Lifeshaker – Metodologia CriAtividade

Qual o mês e ano em que nasceste?

08-1999

Com que género te identificas?

  • Masculino

Website ou perfis de redes sociais

https://www.facebook.com/kevenimk

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

As problemáticas ligadas à sustentabilidade ambiental têm emergido e ganho espaço mediático pelo esforço de inúmeros movimentos cívicos, pressionando os actores políticos, de diferentes níveis, a repensarem o futuro do nosso planeta. 

Contudo, não foram ainda dados passos decisivos, que contornem a irreversibilidade dos efeitos de uma sociedade global que nas últimas décadas tem privilegiado um pensamento baseado no lucro rápido, em detrimento de uma estratégia mais sustentável e inteligente.

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Em 2012, tive a oportunidade de aderir a um projeto diferente, desenvolvido na minha escola básica, pela professora de música Maria João Neves.

Apenas sabia que os Stukata eram um coletivo de dança e música, áreas com que me identificava na altura. Na tomada de conhecimento com o projeto, percebi que era algo mais complexo, que além de trabalhar conceitos como a diversidade cultural, tinha uma forte componente ligada a questões ambientais - domínio com o qual não tinha qualquer interesse prévio.

No desenvolvimento dos próprios instrumentos da nossa “orquestra” a partir da reutilização de materiais destinados ao lixo, sensibilizei-me e consciencializei-me para a temática ambiental, o que me fez alterar diversos comportamentos de consumo na minha vida.

Desde 2016, com a transferência da professora responsável para outra escola, assumi a continuidade do projeto de forma autónoma, contudo dadas todas as exigências da vida pessoal e académica, nunca consegui um crescimento em escala do mesmo. Ainda assim, permanece a minha motivação de inspirar e alcançar o maior numero possível de pessoas, através da partilha da minha experiência e aprendizagem.

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

Gostava de criar um tool-kit sobre o projeto Stukata, transformando a experiência desenvolvida num manual digital com conteúdos multimédia, onde passo a passo, desde a criação de instrumentos, à aprendizagem e performance musical, qualquer pessoa sem conhecimento prévios sobre música, pudesse replicar na sua comunidade o nosso conceito.

Estou disponível, assim como antigos participantes do projeto, para sermos mentores neste processo de transferência de conhecimento, estimulando o processo de através da música, influenciar positivamente potenciais participantes e espectadores de performances ao vivo das orquestras criadas, para comportamentos ambientais orientados para a Economia Circular, reinventando e reutilizando criativamente materiais em fim de vida.

4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

O factor que torna a solução que proponho diferenciada, passa pela facilidade de replicar o projeto, não implicando investimentos além do esforço pessoal, sendo uma forma divertida de trabalhar através da arte a promoção da consciencialização ambiental. Tratando-se de uma atividade de grupo, onde se um falha, todos falham, os laços de solidariedade e amizade criados neste espaço educativo são fortes e intensos, o que aumenta a atractividade para quem chega e permanece ao projeto - 8 anos depois de integrar o projeto, tenho nos antigos participantes grande parte dos meus actuais amigos.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Não

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito de Setúbal

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Monte de Caparica

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito de Setúbal

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

O projeto encontra-se em execução em pequena escala na minha comunidade no Monte de Caparica, com baixo nível de atividade. A escolha deste local, passa por ser a freguesia que acolheu e integrou a minha família proveniente de São-Tomé, dando oportunidades para me tornar a pessoa que, hoje, me orgulho de ser. Proponho-me num primeiro momento, a reforçar o número de participantes e a frequência das atividades a nível local, expectando, que consiga replicar o projeto em pelo menos 3 territórios nacionais adicionais.

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

As criança e jovens participantes dos Stukata, ganharão conhecimentos e motivação por via da experiência prática promovida, sobre a importância da valorização de materiais em fim de vida, potenciando o desenvolvimento do raciocínio sobre novas utilizações criativas para este tipo de materiais, extensíveis para outros contextos de vida.

A partir deste impacto, acredito no potencial destas crianças e jovens, influenciarem pelo seu comportamento e atitudes, os seus pares, os seus familiares, a sua comunidade para condutas promotoras da sustentabilidade ambiental.

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Sim

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.
  • Trouxe uma ideia ou movimento que já existia para a minha família, comunidade, escola ou empresa. Exemplos: Encorajei amigos/família a começar a reciclar, instalei baldes do lixo para reciclagem na comunidade local, comecei um clube para ensinar raparigas a escrever código no computador, liderei campanhas para informar eleitores, organizei um workshop ou evento comunitário sobre um tema que me preocupa/move, etc.
  • Levei mais longe uma ideia ou modelo de negócio para começar a minha própria iniciativa que ajuda a resolver um problema. Exemplos: Comecei uma plataforma de crowd-funding, organizei campanhas para distribuir comida a sem-abrigo, comecei um negócio social de micro-finanças, fundei uma empresa para garantir acesso à internet para comunidades com dificuldades de acesso, etc.
  • Concretizei a minha própria ideia ou solução. Exemplos: Comecei uma empresa para implementar uma nova maneira dos hotéis conseguirem poupar água, comecei uma iniciativa para transformar lixo e resíduos em produtos úteis, patenteei um produto/ forma melhor e mais sustentável para higiene menstrual das mulheres, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Juntando pessoas
  • Fazendo mentoria
  • Dando aulas
  • Ligando pessoas/grupos que de outra forma não se conectariam

10. Se um amigo ou colega te motivou a participar, escreve aqui o seu nome e email.

Tiago Aires - airesjctiago@gmail.com

4 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Marina Outeiro
Team

Ideia incrível! Espero que consigas fazer crescer este projeto e até quem sabe conectares-te com outros projetos ambientais neste contexto de forma a encontrar e reciclar o melhor material. Muito boa sorte!

Spam
Photo of Keveni Fernandes
Team

Obrigado! Parcerias são sempre bem vindas ��

View all comments