Dar corda à mente: Promoção e Intervenção Psicológica na Terceira Idade

Promoção e intervenção psicológica na terceira idade com foco num trabalho holístico, de outreach e em rede

Photo of Gabriela Silva
8 20

Written by

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 18 e 25 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Lista de verificação de elegibilidade

  • Na Ashoka, definimos agente de mudança como qualquer pessoa que se põe em acção para responder a um determinado problema, activa outros, e trabalha no sentido de encontrar soluções para o bem de todos. Se te consideras um(a) jovem agente de mudança assinala esta caixa.
  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.
  • A tua ideia será implementada em território português.
  • Confirma que dás o teu consentimento para que possamos dar visibilidade ao teu projeto e percurso neste desafio, nas redes sociais.
  • Confirma que tens o direito de usar ou partilhar qualquer conteúdo que tenhas colocado neste formulário de candidatura.
  • Se tens menos de 18 anos, confirma que tens autorização dos teus pais ou encarregados de educação para participar neste desafio, através do formulário enviado por email, assinado.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • Não reconheço o projeto na lista

Caso não encontres o teu projeto na lista, procura também no site da Gulbenkian, ou usa este espaço para te podermos ajudar. Coloca aqui mais informações sobre o projecto aqui, para que possamos ajudar-te a localizá-lo.

Teach For Portugal Associação - criar um movimento contagiante de líderes que capacitam novos líderes comprometidos com a redução da desigualdade educativa e capazes de transformar a realidade atual.

Qual o mês e ano em que nasceste?

Maio-1997

Com que género te identificas?

  • Feminino

Website ou perfis de redes sociais

https://www.linkedin.com/in/gabriela-silva-8492b41a7/

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

A população está a envelhecer - em 2050, as pessoas com 55 anos ou mais representarão cerca de 47.1% da população total em Portugal. Um desafio colocado é no âmbito da saúde mental - cerca de 20% do adultos com 60 anos ou mais vão sofrer de alguma perturbação mental ou neurológica nem sempre identificada pelos profissionais de saúde ou idosos podendo impactar a saúde física e levar a uma hospitalização/institucionalização desnecessária, a uma perda de autonomia e qualidade de vida.

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Este ano foi extremamente importante e desafiante para mim: o meu último ano no curso de Psicologia e passei a assumir outro papel na minha vida – o de cuidadora. Numa consulta, uma neurologista comentou que as famílias quando chegam ao seu consultório muitas vezes diziam – “isto não era normal, mudou agora” – mas na realidade as alterações e pequenos indícios que indicam não só uma baixa saúde mental como são indicadores de uma doença mental são abafados por se achar que são normativos e almofadados pelas adaptações que a própria família faz.

Esta situação revolta-me, pois não existem respostas próximas e rápidas que promovam a prevenção e a literacia e que permitam uma intervenção bem mais eficaz e congruente com as necessidades da pessoa idosa e até da sua família.

Perder faculdades e capacidades é visto como um “must” do envelhecimento quando devia ser visto como aquilo que queremos retardar o máximo de tempo possível. Ter 80 anos e ter ainda uma presença ativa é visto como sorte quando devia ser visto como o normal.

Enquanto houver um único idoso que não saiba o que normativo, como procurar e recorrer a ajuda, estamos a falhar na garantia de anos de vida com qualidade.

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

A solução apresentada tem quatro eixos de ação:

Eixo 1 Prevenção, Promoção e Intervenção na saúde mental dos idosos através de um serviço de acompanhamento especializado e individualizado em rede e de outreach a idosos que não se encontram institucionalizados através de um trabalho holistico

Eixo 2 Trabalhar com a comunidade para uma psicoeducação relativa ao processo de envelhecimento

Eixo 3 Promover o interesse dos jovens psicólogos (os colaboradores do projeto) na área do envelhecimento de forma a aumentar o número de profissionais especializados a atuar nesta área

Eixo 4 Promover a investigação na área do envelhecimento para aumentar o conhecimento científico relativo a esta área para informar as práticas

O projeto terá os seguintes passos:

1ºPasso – Estabelecimento de Parcerias Chave para a formação e intervenção dos nossos colaboradores:

2ºPasso - Seleção dos jovens recém-mestres da área da psicologia e a sua formação

3ºPasso – Trabalho Efetivo na Organização com a alocação dos idosos sinalizados pelos profissionais e pelo desenvolvimento de um projeto de intervenção/investigação a aplicar a determinado contexto ou problemática

4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

A intervenção psicológica é algo único e específico deste projeto, mas não pode agir de forma isolada em contexto de consultório como se a saúde mental apenas dissesse respeito a um trabalho individualizado entre um psicólogo e um cliente. Esta depende de muito mais do que está fora da conversa com o psicólogo, tornando-se este projeto como algo inovador ao: *ser um trabalho holístico que intervém em todas as áreas da vida do idoso (e.g. família) *ser uma ponte aos diferentes serviços que existem na comunidade; *ser de outreach - os profissionais que vão de encontro aos idosos.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Não

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito do Porto

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Matosinhos

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito do Porto

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

Matosinhos que tem investido e promovido a saúde mental dos seus cidadãos, nomeadamente da terceira idade. O Plano Municipal apresentado até 2021 refere a necessidade e a vontade de incentivar o diagnóstico precoce, a constituição de serviços de apoio e aconselhamento mental bem como de intervenções comunitária (e.g. serviços de saúde mental na comunidade). Salienta-se um estudo que auscultou a população idosa residente em Matosinhos - 50% defendem a criação de serviços de terapia e a criação de serviços de apoio psicológico. Assim, a saúde mental é também importante na ótica desta população

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

Curto prazo:

-Prevenção ou atraso no desenvolvimento de doenças mentais

-Maior participação dos idosos na comunidade.

-Criação de um grupo de trabalho municipal sobre o envelhecimento.

Longo prazo:

-Maior preocupação, intervenção e valorização da saúde mental na terceira idade a nível nacional com aumento da qualidade de vida das pessoas na terceira idade

-Expansão do projeto a outros territórios

-Aumento do número de psicólogos na área

-Tradução do conhecimento científico em políticas e intervenções informadas

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Sim

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Levando para a escola outras competências que promovam o espírito crítico e de liderança nos jovens

11. Edição de Ideias // Definição de Pressupostos

12. Edição Ideias // Plano para de Ação para Validação de Pressupostos

13. Depois deste tempo a validar os pressupostos que definiste, queres alterar o problema, a solução, o factor X ou qualquer outro ponto da ideia que inicialmente propuseste?

  • Sim

13. a) Quero alterar os seguintes elementos:

  • Problema
  • Solução
  • Factor X

13 b) PROBLEMA - reformulação

As perturbações mentais ou neurológicas na terceira idade são resultado da sua não identificação, consciencialização e/ou valorização, quer pelos profissionais de saúde quer pelos idosos e pelas pessoas próximas, e da resistência na partilha de emoções e procura de apoio para lidar com a tristeza, a solidão e falta de um novo propósito para uma nova fase de vida.

13. c) SOLUÇÃO - reformulação

Ultrapassar a resistência do idoso através da sua inclusão em várias redes (in)formais*, de um trabalho psicoterapêutico de proximidade e de outreach (ir ter ativamente) com os mesmos, e de psicoeducação da comunidade através de uma equipa de psicólogos recém-formados com a capacidade de responder e avaliar continuamente a intervenção.

* Parceiros-chave: Câmara Municipal de Matosinhos, Juntas de Freguesia de Matosinhos, Ordem dos Psicólogos Portuguesa, Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto; 

Organizações Formais: Voluntariado com idosos, centros de dia/atividades, Universidades Séniores, Polícia Municipal; 

Contactos próximos: Vizinhos, família, técnico do centro de saúde e/ou da Câmara Municipal e/ou Junta de Freguesia, voluntário que trabalha com o idoso.

13. d) FACTOR X - reformulação

O trabalho de outreach (ir ter ativamente) com os idosos e de criação de pontes e redes colaborativas entre as várias entidades (in)formais* por parte dos psicólogos, para ultrapassar a resistência e promover e intervir na saúde mental, é algo que não só ainda não é aplicado a esta população neste âmbito como também é essencial que as partes interessadas comuniquem e colaborem para a solução atingir os seus objetivos.

*Parceiros-chave: Câmara Municipal de Matosinhos, Juntas de Freguesia de Matosinhos, Ordem dos Psicólogos Portuguesa, Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto

Organizações Formais: Voluntariado com idosos, centros de dia/atividades, Universidades Séniores, Polícia Municipal

Contactos próximos: Vizinhos, família, técnico do centro de saúde e/ou da Câmara Municipal e/ou Junta de Freguesia, voluntário que trabalha com o idoso.

13. e) OUTRAS ALTERAÇÕES / DESCOBERTAS

Através das várias entrevistas foi possível identificar um elemento essencial para o projeto – a colaboração. Potenciar a saúde mental na terceira idade é não só possibilitar a presença de um apoio psicológico mais próximo do idoso, mas também apoiar na construção de um novo propósito para esta etapa da vida que implica a construção ou potenciação de redes (in)formais. É na comunidade do idoso que estas redes existem e a sua colaboração é que tornará este projeto sustentável e com impacto a longo prazo.  Neste sentido, as entrevistas foram fundamentais para descobrir parceiros essenciais para a promoção da saúde mental e para ultrapassar obstáculos de resistência – Universidades Seniores, Polícia, Farmácias, Cafés, Comunidades Religiosas, Organizações de Voluntariado. Um dos aliados que o projeto “Dar Corda à Mente” já conseguiu foi a Câmara Municipal de Matosinhos que demonstrou não só interesse na ideia, como também vontade de participar na sua implementação. 

8 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Marta Santos
Team

Que ótima ideia, mas preocupo me com a quantidade de psicólogos formados todos os anos e se a sua participação será suficiente! Talvez tenham de recorrer à ajuda de psicólogos mais experientes também...

Spam
Photo of Gabriela Silva
Team

Obrigada pela sugestão! Vou ter isso em conta !

Spam
Photo of Antonio Cardoso
Team

Parabéns pela ideia e votos de boa sorte

Spam
Photo of Gabriela Silva
Team

Muito obrigada !

Spam
Photo of Zé Pedro Fernandes
Team

Por vezes esquecemo-nos que não é só a saúde física que interessa, mas também a parte mental. Por vezes nesta idade existem muitos problemas relacionados com essa temática. Adorei genuinamente a ideia.

Spam
Photo of Gabriela Silva
Team

Exatamente ! A saúde mental é descurada em todas as idades...
Muito obrigada !

Spam
Photo of Catia Godoroja
Team

Dar importância áquilo que é importante!!! Votos de boa sorte :)

Spam
Photo of Gabriela Silva
Team

Obrigada e igualmente !