MerkelArt

Rodas Grupais para reflexão da população em geral interligando conceitos emocionais com racionais através de atividades artísticas plásticas

Photo of Inês Leal
32 62

Written by

Sessões grupais para melhoria das soft skills das pessoas, através de uma abordagem artístico-científica

*soft skills = competências pessoais e sociais

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 18 e 25 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Lista de verificação de elegibilidade

  • Na Ashoka, definimos agente de mudança como qualquer pessoa que se põe em acção para responder a um determinado problema, activa outros, e trabalha no sentido de encontrar soluções para o bem de todos. Se te consideras um(a) jovem agente de mudança assinala esta caixa.
  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.
  • A tua ideia será implementada em território português.
  • Confirma que dás o teu consentimento para que possamos dar visibilidade ao teu projeto e percurso neste desafio, nas redes sociais.
  • Confirma que tens o direito de usar ou partilhar qualquer conteúdo que tenhas colocado neste formulário de candidatura.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • IPL – Gym2bKind

Qual o mês e ano em que nasceste?

Set-1998

Com que género te identificas?

  • Feminino

Website ou perfis de redes sociais

https://www.facebook.com/MerkelArt

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

Um desafio à coesão social e à cidadania é o desemprego. Este problema existe porque não existem igualdade de oportunidades para todas as pessoas no acesso à educação, trabalho e participação social. As pessoas que possuem baixas competências pessoais e sociais são mais afetadas no que diz respeito às oportunidades de emprego. É importante resolver este problema, porque o desemprego tem impacto global: na saúde do desempregado, na sua família, na sobrecarga económica da sociedade, entre outros.

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Desde pequena que gostava de pintura e desenho (Artes), mas também de experiências (Ciência). Com o tempo, fiz várias escolhas, umas na área científica outras na área artística, mas sentia-me incompleta em cada uma das áreas isoladamente. Senti-a que a minha imaginação estava a ser limitada pela forma como o mundo se desenvolvia, eu precisava de tempo para refletir sobre “O que eu venho entregar ao mundo?”.

Então, aos 20 anos eu pintei um quadro diretamente com os dedos devido à mensagem “diminuir a distância entre mim e a tela, conectar-me diretamente com a pintura”. Foi uma experiência transformadora, e através dessa tela compreendi que na Vida tudo está interligado (Arte e Ciência)!

Assim, decidi criar uma Página de Facebook para partilhar com a população em geral conhecimento de ligação entre o Emocional e o Racional de cada um, de forma a conduzir cada pessoa a estados de reflexão sobre “quem são” e sobre “quem são os outros”. Nas descrições das publicações, a Ciência e a Arte partilham o mesmo espaço, sendo o ser humano na sua multiplicidade de diferenças a personagem principal.

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

Para fazer face ao desconhecimento das competências do ser humano (“quem são”) e das realidades, condições de saúde e contextos das pessoas ao redor pela população em geral desenhei o projeto MerkelArt – a arte das pontas dos dedos.

Este projeto pretende oferecer aos adultos um conteúdo inovador com aplicabilidade no dia-a-dia de cada um, através de aulas presenciais, em contexto de rodas grupais, num formato descontraído e interativo, com 3 momentos distintos:

1. apresentação e explicação de conteúdos, relacionados com temas de neurociência, condições de saúde e desenvolvimento pessoal, de forma dinâmica;

2. atividades artísticas (desenho ou pintura), experienciando através do tato os conteúdos apresentados no ponto 1.;

3. momento de discussão e reflexão entre participantes.

A base das soluções da MerkelArt são a pesquisa de conteúdos de Arte e Ciência e interligação dos mesmos para formar histórias diferentes, exploração de várias metodologias de artes plásticas e criação de dinâmicas reflexivas grupais.

4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

Os programas atuais de apoio ao emprego (IEFP) incluem estágios profissionais, contratos de emprego-inserção e apoios ao empreendedorismo. Estes programas não capacitam as pessoas para o desenvolvimento de competências pessoais e sociais essenciais para terem e se manterem num emprego. Assim, a ideia das sessões MerkelArt dá resposta a essa lacuna, sendo diferente em relação às atividades que desenvolve, por interligar conceitos Científicos com a experimentação prática Artística, numa abordagem holística à pessoa. Esta pretende colaborar com os programas vigentes de apoio ao emprego.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Sim

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito de Leiria

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Mata Mourisca, Concelho Pombal

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito de Coimbra

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

O projeto seria implementado na Figueira da Foz, uma vez que este é o município da Região de Coimbra com a “evolução mais grave e preocupante” em relação aos efeitos da Pandemia por Covid - 19 no desemprego. Além disso, um dos objetivos estratégicos do Município da Figueira da Foz é o fortalecimento do empreendedorismo, procurando implementar um conjunto de iniciativas que visem a criação de emprego e inovação de serviços, essenciais para o reforço socioeconómico da região. Nesse sentido, o projeto MerkelArt poderá representar uma forma complementar às soluções já existentes no Município.

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

Pessoas que tenham acesso à ideia por se conhecerem melhor, saberem interagir melhor consigo e com as pessoas ao redor vão ter mais facilidade em ter um emprego. Assim, a implementação da ideia em espaços já existentes na Figueira da Foz de apoio ou criação do próprio emprego fará com que o desemprego, pelas pessoas terem baixas competências pessoais e sociais, diminua. A comunidade mais predisposta a entrar em ideias "fora da caixa" provavelmente acolheria a ideia. Já para as pessoas menos recetivas será importante a sensibilização para um mundo em evolução onde são precisas novas abordagens.

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Sim

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.
  • Trouxe uma ideia ou movimento que já existia para a minha família, comunidade, escola ou empresa. Exemplos: Encorajei amigos/família a começar a reciclar, instalei baldes do lixo para reciclagem na comunidade local, comecei um clube para ensinar raparigas a escrever código no computador, liderei campanhas para informar eleitores, organizei um workshop ou evento comunitário sobre um tema que me preocupa/move, etc.
  • Levei mais longe uma ideia ou modelo de negócio para começar a minha própria iniciativa que ajuda a resolver um problema. Exemplos: Comecei uma plataforma de crowd-funding, organizei campanhas para distribuir comida a sem-abrigo, comecei um negócio social de micro-finanças, fundei uma empresa para garantir acesso à internet para comunidades com dificuldades de acesso, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Juntando pessoas
  • Contando histórias /Usando os Meios de Comunicação
  • Ligando pessoas/grupos que de outra forma não se conectariam

11. Edição de Ideias // Definição de Pressupostos

12. Edição Ideias // Plano para de Ação para Validação de Pressupostos

Em anexo

13. Depois deste tempo a validar os pressupostos que definiste, queres alterar o problema, a solução, o factor X ou qualquer outro ponto da ideia que inicialmente propuseste?

  • Sim

13. a) Quero alterar os seguintes elementos:

  • Problema
  • Solução
  • Factor X
  • Cidade a implementar o Projeto e Impacto Esperado

13 b) PROBLEMA - reformulação

Verificámos que existem outras variáveis para as pessoas não conseguirem arranjar emprego (ex: qualificações, lei da procura e da oferta, pouca experiência profissional). Assim, não validámos o pressuposto e descobrimos que 63 em 82 pessoas empregadas consideram importantes as soft skills para o seu trabalho

Atualmente, o desempenho dos profissionais precisa ser capaz de responder às problemáticas diversas que emergem no contexto organizacional. (1) De facto, as pessoas que possuem baixas soft skills são menos eficientes no seu emprego. É importante resolver este problema, porque estas competências são essenciais para o bem-estar do indivíduo e uma maior produtividade no local de trabalho. (2) 

Na verdade, as pessoas com baixas soft skills ficam mais suscetíveis a não permanecerem no seu local de trabalho, existindo uma associação entre o desemprego e maior risco de doença física/mental (3,4), logo o desemprego tem um impacto global, sobrecarregando economicamente a sociedade.  

13. c) SOLUÇÃO - reformulação

As pessoas desempregadas ao não conseguirem garantir as necessidades básicas (5), não procuram soluções para o seu desenvolvimento pessoal. Apesar de beneficiarem do mesmo para a contratação laboral, têm necessidades mais prioritárias. (6,7) Pelo que, validamos o pressuposto da solução, mas direcionando-o para as pessoas empregadas. 

Assim, a solução da MerkelArt consiste em sessões inovadoras com 4 momentos distintos (8): 

1. Experimentação Artística; (9) 

2. Reflexão sobre a experiência através de Conceitos Científicos e Perguntas Reflexivas; 

3. Aplicação dos conceitos aprendidos noutra experiência; 

4. Transferência da aprendizagem para o trabalho.  

Pela imprevisibilidade dos postos de trabalho é importante a aquisição da flexibilidade e adaptabilidade. As sessões permitem a aquisição dessas competências, bem como da criatividade, improvisação e resiliência, sendo que estas decorreriam em grupo, de forma a promover a empatia e colaboração através do trabalho em equipa. (10, 11)  

13. d) FACTOR X - reformulação

O Fator X com relação à inovação das atividades mantém-se, mas seguindo as alterações do público-alvo (de desempregados para empregados) a que irá servir a solução, descreveríamos o Fator X da seguinte forma: 

Atualmente, no mundo do trabalho, as soft skills são essenciais para o sucesso profissional. (12) Em Portugal, 38% das empresas pretendem atualizar ou desenvolver soft skills ligadas ao desenvolvimento pessoal. (13) 

A diferença entre as formações já existentes para os trabalhadores de empresas e as sessões da MerkelArt refere-se à novidade, por interligar conceitos Artísticos com Científicos. Efetivamente, 60 em 82 pessoas empregadas consideram interessantes para o desenvolvimento das soft skills, sessões com uma abordagem artístico-científica.  

Esta iniciativa segue a proposta do Novo Movimento da Bauhaus Europeia, em que a transdisciplinaridade (Ex: Arte e Ciência) é considerada importante na construção colaborativa e criativa de respostas sociais para a comunidade. (14) 

13. e) OUTRAS ALTERAÇÕES / DESCOBERTAS

70,7% das pessoas da Figueira da Foz que responderam aos questionários (58 em 80 pessoas) e 100% das pessoas das reuniões com as entidades do concelho (5 pessoas) demonstraram recetividade na dinâmica das sessões. Temos contactos de Parcerias com potencial interessante de aplicação das sessões para a população jovem e/ou empregada: Associações de Arte (Ex: Espaço Magenta); Centros de Explicações; Escolas. Possível Parceria com o Profissional Micael Sousa, para a inclusão de jogos com finalidades sérias nas Sessões MerkelArt; Perspetivamos a possibilidade de formar no futuro pessoas para aplicarem a metodologia das sessões MerkelArt nas suas formações (Ex: Evolui.com – Formação Online Certificada); Além disso, temos contactos de outras parcerias com potencial interessante de aplicação e adaptação das sessões para diferentes públicos no futuro: ATL´s; Creches; Lares de Idosos; Recursos Necessários para as Sessões: Espaço Físico; Material Artístico e Científico.

32 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Andreia Viegas
Team

Excelente ideia!!!

Spam
Photo of Inês Leal
Team

Obrigada Andreia! :)

View all comments