Associação de Intervenção Social Juvenil

Jovens ativos na sociedade com o objetivo de melhorar o dia de quem mais precisa, unidos em busca da solidariedade e felicidade.

Photo of Bárbara Ribeiro
1 11

Written by

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 13 e 17 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Consentimento Para Menores de 18 Anos

  • Confirmo que enviei os dados pelo link.

Lista de verificação de elegibilidade

  • Na Ashoka, definimos agente de mudança como qualquer pessoa que se põe em acção para responder a um determinado problema, activa outros, e trabalha no sentido de encontrar soluções para o bem de todos. Se te consideras um(a) jovem agente de mudança assinala esta caixa.
  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.
  • A tua ideia será implementada em território português.
  • Confirma que dás o teu consentimento para que possamos dar visibilidade ao teu projeto e percurso neste desafio, nas redes sociais.
  • Confirma que tens o direito de usar ou partilhar qualquer conteúdo que tenhas colocado neste formulário de candidatura.
  • Se tens menos de 18 anos, confirma que tens autorização dos teus pais ou encarregados de educação para participar neste desafio, através do formulário enviado por email, assinado.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • FNAJ - Infobus da Cidadania

Qual o mês e ano em que nasceste?

maio-2003

Com que género te identificas?

  • Feminino

Website ou perfis de redes sociais

instagram- barbaraclfribeiro

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

Com o aparecimento do covid-19 muitas pessoas ficaram desempregadas, sem dinheiro e até mesmo sem as necessidades básicas. Há 2 anos havia 3396 pessoas a viver na rua. A população que sofre mais com este problema são pessoas que ficaram recentemente desempregadas. O público-alvo são os jovens que estejam disponíveis para ajudar. É importante resolver este problema pois não é  justo que milhares de famílias não tenham o básico para viver.

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Desde criança que sempre me preocupei e aprendi a partilhar com os todos.

Lembro-me de uma vez estar a passar férias com a minha família e eu tinha cerca de 9 anos, nós tínhamos acabado de sair de uma pizzaria e recordo-me que tinha deixado 2 fatias pois não tinha conseguido comer tudo. Ao irmos para casa passámos por uma senhora que estava a pedir dinheiro para comer, ao ver aquilo senti uma tristeza imensa dentro de mim, como é que alguém poderia não ter dinheiro para comer ? Então, sem hesitar dei as minhas fatias de pizza aquela senhora, lembro-me de chegar a casa e sentir alegria pois tinha mudado o dia de uma pessoa mas ao mesmo tempo percebi o quão injusta era a vida daquela pessoa comparada com a minha, pois eu nunca me tinha preocupado se iria haver comida para o jantar.  

Então, o nosso objetivo é deixar um sorriso na cara de alguém que esteja a passar por um mau bocado e saber que fizemos algo para mudar o dia dessa pessoa

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

Cada Junta de Freguesia possui uma lista de pessoas com mais dificuldades económicas, a nossa organização teria acesso a essa lista.

Teríamos um número de contacto que seria disponibilizado a estas pessoas, a pessoa teria de agendar o dia, a hora e a sua necessidade, por exemplo: uma pessoa que estivesse com problemas na parte da alimentação, ligava para o nosso número e perguntava se no dia x e na hora x era possível nós trazermos uma refeição até sua casa. Fazíamos serviços desde alimentação, acompanhar uma pessoa a um certo sítio ou até mesmo só fazer companhia. Iriamos em pequenos grupos.

Recrutávamos os membros da nossa organização através da escola, redes sociais, rádio local...


4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

O nosso projeto é constituído por jovens, fazemos tudo por boa vontade, ou seja, sem pedir nada em troca. É feito de uma forma discreta para as pessoas que usufruem não se sintam desconfortáveis e é de fácil acesso.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Sim

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito de Santarém

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Tomar

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito de Santarém

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

Inicialmente este projeto iria começar na nossa cidade e depois se outras comunidades tivessem intenções de usufruir deste projeto bastava contactar-nos e depois este projeto iria para a sua aldeia/vila ou cidade

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

Na minha opinião este projeto irá unir mais a nossa sociedade e melhorar os dias de pessoas que não têm uma vida tão facilitada como a nossa. Ao fazermos isto estamos também a aprender e a experienciar novas situações que nos iram influenciar  a ser melhores pessoas no futuro.  

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Sim

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.
  • Trouxe uma ideia ou movimento que já existia para a minha família, comunidade, escola ou empresa. Exemplos: Encorajei amigos/família a começar a reciclar, instalei baldes do lixo para reciclagem na comunidade local, comecei um clube para ensinar raparigas a escrever código no computador, liderei campanhas para informar eleitores, organizei um workshop ou evento comunitário sobre um tema que me preocupa/move, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Organizando comunidades
  • Juntando pessoas
  • Contando histórias /Usando os Meios de Comunicação
  • Dando oportunidades de voluntariado
  • Dando ferramentas ou infraestruturas
  • Ligando pessoas/grupos que de outra forma não se conectariam
  • Construindo uma plataforma de forma a conectar agentes de mudança
  • Sensibilização de agentes políticos

10. Se um amigo ou colega te motivou a participar, escreve aqui o seu nome e email.

emiliarego4@gmail.com igoambrosio@gmail.com tomasvcosta@gmail.com diogomata2003@gmail.com

1 comment

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Keveni Fernandes
Team

É sempre bom apoiar o próximo. Boa sorte!