NaturalMente

Queremos NaturalMente transformar a ligação das pessoas com a natureza e potenciar a ação climática, promovendo a identidade ecológica.

Photo of Marta Inês Neves
10 27

Written by

A que faixa etária pertences?

  • Tenho entre 18 e 25 anos

Termos e Condições Desafio Gulbenkian 25 sub 25

  • Sim, li e estou de acordo

Lista de verificação de elegibilidade

  • Na Ashoka, definimos agente de mudança como qualquer pessoa que se põe em acção para responder a um determinado problema, activa outros, e trabalha no sentido de encontrar soluções para o bem de todos. Se te consideras um(a) jovem agente de mudança assinala esta caixa.
  • Terás entre os 13 e os 25 anos em 7 de Outubro de 2020.
  • A tua ideia será implementada em território português.
  • Confirma que dás o teu consentimento para que possamos dar visibilidade ao teu projeto e percurso neste desafio, nas redes sociais.
  • Confirma que tens o direito de usar ou partilhar qualquer conteúdo que tenhas colocado neste formulário de candidatura.

Em que projeto das Academias Gulbenkian do Conhecimento estás a participar?

  • APSI – SER+

Qual o mês e ano em que nasceste?

Abril 1997

Com que género te identificas?

  • Feminino

Website ou perfis de redes sociais

https://www.instagram.com/martafromdblock/ https://www.facebook.com/marta.neves.56/

Nas próximas nove perguntas irás apresentar a tua Ideia Criativa e Transformadora! 1. O Problema: Qual o problema que estás a contribuir para resolver?

Os riscos e consequências das alterações climáticas têm se tornado cada vez mais evidentes, quer ao nível dos ecossistemas, populações, infraestruturas, mas também da saúde física e mental dos indivíduos. Há um consenso científico bastante difundido de que o problema é sério e, em grande medida, induzido por humanos. Assim, torna-se necessário promover comportamentos pró-ambientais nos indivíduos, mas também a sua adaptação. É importante vê-los como agentes ativos e protagonistas da mudança.

2. Motivação: O que te motivou a querer resolver este problema?

Atualmente estamos a assistir à única casa que temos a destruir-se cada vez mais rapidamente. Ver o Senhor Secretário Geral da ONU, António Guterres, a declarar Estado de Emergência Climática e, no dia seguinte, sair à rua e ver que continua tudo igual tornou-se, para nós, um acumular de experiências traumáticas.Há mais jovens, como nós,  que têm demonstrado preocupação com as consequências das alterações climáticas e o impacto que terão no nosso futuro. Em março de 2019 milhares de jovens de mais de 100 países faltaram às aulas para exigir que os seus governos tomassem decisões com objetivo de prevenir as alterações climáticas. Estes são jovens que já têm alguma empatia pela situação e pelas crueldades que estão a ser feitas contra a natureza. Mas, e as outras pessoas que não se identificam tanto com a natureza como queriam? Ou ainda, aquelas que não sabem muito bem o que fazer e como fazer para se juntarem a este movimento para mitigar e adaptar às alterações climáticas? É preciso que todos tenhamos as ferramentas necessárias para podermos participar e ajudar a salvar o nosso planeta e um entrave a isto é a desinformação que circula.

3. A tua Solução: Como é que estás a planear resolver este problema?

Pretendemos construir um website interativo cujo objetivo é promover a construção da identidade ecológica dos indivíduos através do desenvolvimento e implementação de atividades evidence-based. Neste website será possível criar uma área pessoal com acesso a um esquema da evolução individual da identidade ecológica com vários níveis. Os indivíduos poderão partilhar o que fizeram no website e nas redes sociais, para se fomentar o sentimento de eficácia coletiva e pertença,

O website terá 4 secções:

1)“O que é que a ciência nos diz?”: documentos científicos e palestras sobre o tema,

2)“Atividades”: terá atividades pró-ambientais estruturadas, cuja realização vai contribuir para os participantes desenvolverem a sua identidade ecológica

3)“Desafios/Testemunhos”: sugestões de desafios pontuais e de curta duração, dentro de uma temática específica

4)“Questões?”: poderá colocar-se questões sobre o tema, que serão respondidas com suporte científico, criando uma ponte entre conhecimento científico e a comunidade não científica

Para tornar o website mais acessível, pensámos em criar uma aplicação para smartphones, facilitando o upload das partilhas, ver palestras e receber notificações.

4. O Factor X: O que é que a tua ideia tem de diferente, em relação a outros programas ou soluções que já existem?

O Fator X do projeto é ser inovador e mais que isso acessível. Um website e app grátis e em português que pretende criar uma comunidade ecológica. A identidade ecológica é um conceito a emergir com a urgência de mitigação das alterações climáticas. Identidade é como nos descrevemos, como percebemos as nossas funções na sociedade, e conexões com locais. Para Thomashow (1995), a identidade ecológica é “a base da nossa íntima ligação com a natureza”. O projeto promoverá a identificação com a natureza, atitudes e comportamentos pró-ambientais, de forma gratuita para todas as faixas etárias.

5. Vais trabalhar em equipa? Se sim, coloca o nome e email dos restantes membros na linha em branco.

  • Sim
  • ENCONTRAM-SE NO FINAL

6.1. Em que distrito resides?

  • Distrito de Braga

6.2 E em que cidade, vila ou aldeia resides?

Braga

7.1. Onde esperas implementar o projeto?

  • Distrito de Braga

7.2. Em que aldeia, vila ou cidade pretendes implementar o projeto? Porquê aí?

Tendo em conta que este projeto utiliza um website interativo para provocar a mudança na população, espera-se que chegue a todo o país e ao maior número de pessoas possível. Com a situação atual de pandemia, percebemos que a comunicação online nos juntou muito mais, apesar de nos encontrarmos fisicamente distantes. Assim, neste contexto, pretendemos criar uma plataforma, que chegue a todos, e que permita o desenvolvimento de uma comunidade.

8. Impacto esperado: qual a mudança que esperas que a tua ideia provoque nas pessoas que vai servir?

O projeto promoverá o desenvolvimento da identidade ecológica e atitudes pró-ambientais, fomentando a participação em causas ambientais, aquisição de conhecimentos, competências, valores e atitudes que permitam uma postura mais consciente do meio. Espera-se aumentar o conhecimento científico sobre as alterações climáticas, promover o envolvimento na resolução de problemas ambientais, alterando comportamentos não benéficos para o meio. Espera-se também incentivar a partilha de experiências, trabalho em equipa e desenvolver competências transversais (liderança, cooperação, solidariedade).

9.1. No último ano, fizeste algo para responder a um problema social ou ambiental, no teu contexto?

  • Sim

9.2. Qual das seguintes afirmações descreve melhor o tipo de iniciativa que tiveste?

  • Apoiei uma campanha ou movimento, já existente, de outra pessoa, ou reagi diretamente ao problema perto de mim. Exemplos: Assinei uma petição, juntei-me a um protesto ou manifestação, ensinei a língua local a refugiados, fiz voluntariado numa casa de acolhimento para sem-abrigo, doei comida/roupa aos sem-abrigo, etc.
  • Trouxe uma ideia ou movimento que já existia para a minha família, comunidade, escola ou empresa. Exemplos: Encorajei amigos/família a começar a reciclar, instalei baldes do lixo para reciclagem na comunidade local, comecei um clube para ensinar raparigas a escrever código no computador, liderei campanhas para informar eleitores, organizei um workshop ou evento comunitário sobre um tema que me preocupa/move, etc.
  • Concretizei a minha própria ideia ou solução. Exemplos: Comecei uma empresa para implementar uma nova maneira dos hotéis conseguirem poupar água, comecei uma iniciativa para transformar lixo e resíduos em produtos úteis, patenteei um produto/ forma melhor e mais sustentável para higiene menstrual das mulheres, etc.

9.3. Estás a apoiar outros a serem agentes de mudança de alguma das formas aqui descritas?

  • Juntando pessoas
  • Fazendo advocacia
  • Dando aulas
  • Contando histórias /Usando os Meios de Comunicação
  • Dando ferramentas ou infraestruturas
  • Ligando pessoas/grupos que de outra forma não se conectariam

10. Se um amigo ou colega te motivou a participar, escreve aqui o seu nome e email.

Janine Dias - janinealvesdias@gmail.com Alexandra Vieira - a75254@alunos.uminho.pt Gabriela Santana - a74227@alunos.uminho.pt

11. Edição de Ideias // Definição de Pressupostos

12. Edição Ideias // Plano para de Ação para Validação de Pressupostos

13. Depois deste tempo a validar os pressupostos que definiste, queres alterar o problema, a solução, o factor X ou qualquer outro ponto da ideia que inicialmente propuseste?

  • Não

13 b) PROBLEMA - reformulação

13. c) SOLUÇÃO - reformulação

13. d) FACTOR X - reformulação

13. e) OUTRAS ALTERAÇÕES / DESCOBERTAS

Após construirmos o questionário para validar os nossos pressupostos, verificámos que os resultados correspondem às nossas perspetivas acerca do problema e do que não existe para o resolver: uma plataforma de livre acesso a conhecimento científico, promoção de identidade ecológica e envolvimento na comunidade ecofriendly. A informação obtida através dos questionários e focus group que realizámos trouxe-nos ideias de como melhorar e implementar o projeto de maneira a alcançar maior potencial. Nomeadamente, muitos dos obstáculos que impedem as pessoas de se tornem mais sustentáveis estão explícitos e iremos incluir atividades e sugestões responsivas e adequadas às necessidades das mesmas. Para além disto, com a ajuda da nossa mentora, começamos a pensar nos contactos e parcerias que devemos fazer.Adicionalmente, apesar dos pressupostos terem sido direcionados maioritariamente para os jovens, verificámos que 57,2% dos respondentes são adultos e que o seu padrão de respostas é semelhante.

10 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of water damage
Team

National Damage Appraisers
We help property owners collect on insurance claims as a result of accidents such as fire, water damages, snow damages, hurricanes, etc. We are also referred to as public insurance claims adjusters.
https://recubike.com/

And who is a public adjuster? Well, consumers (mostly homeowners) hire us to represent them when they have a claim. Staff adjusters who work for the insurance company have a duty to their employer, while we have a duty only to the homeowner.
We write damage estimates, meet with the insurance company’s staff adjusters to negotiate the insurance settlement, and oversee the entire insurance claim from start to finish for our clients.

One of the major benefits of working with public adjusters is that we are able to get more "m.o.n.e.y" for our clients than when they file the claim themselves.



fire, water damage, snow damage,

View all comments