Movimento te visito de casa

O Movimento te visito de casa é uma rede de apoio à pessoas que vivem do turismo e tiveram sua renda impactada em razão da pandemia.

Photo of Te Visito de Casa
6 11

Written by

Nome completo do(a) representante do projeto

Jhon Pábulo Gomes Bermond

E-mail

tevisitodecasa@gmail.com

Telefone pessoal

21998694888

Nacionalidade

Brasileira

Gênero

  • Masculino

Data de Nascimento

7121987

CPF (do responsável pelo projeto)

124.589.977-59

Sede da organização (UF)

  • Rio de Janeiro

CNPJ da organização (a qual o projeto está ligado)

23.144.275/0001-02

Site da organização

https://www.tevisitodecasa.org/

Mídias sociais da organização

https://www.instagram.com/tevisitodecasa/

Data em que você iniciou o projeto

06/2020

Estágio do projeto

  • Em crescimento (passaram das primeiras atividades; trabalhando para o próximo nível de expansão)

Elegibilidade I: Você atende a todos os critérios de elegibilidade?

  • Sim, eu tenho mais de 18 anos de idade.
  • Sou brasileira/o ou estrangeira/o residente no Brasil.
  • Tenho atuação direta e comprovada no projeto.
  • Não sou funcionário nem familiar de funcionários da Ashoka e da CTG Brasil.

Elegibilidade II: O projeto inscrito:

  • É um projeto já implementado e posso comprovar nas respostas, fotos e documentações a serem apresentadas nesta inscrição..
  • É um projeto que tem como foco pelo menos dois (2) dos quatro (4) pilares do turismo sustentável (social, cultural, ambiental e econômico) descritos na seção "Escopo e áreas de foco".

Ao se inscrever, você concorda que possamos apresentar seu trabalho nas mídias sociais e outras publicações da Ashoka e CTG Brasil, relacionadas ao Desafio?

  • Sim, eu concordo.

1) Viagem pessoal: qual a história por trás da decisão em iniciar este projeto?

A inspiração para criação do Movimento te visito de casa surgiu a partir das viagens do artista e designer Jhon Bermond pelo Brasil. Para desenvolver a pesquisa de seu projeto pessoal, intitulado como Arte da Terra, Jhon viajou pelas cinco regiões do Brasil buscando encontrar elementos naturais para a produção de tintas para criação de suas obras. Nesta caminhada, ele teve contato com inúmeros guias, artesãos, mestres da cultura popular e anfitriões que o receberam e dividiram saberes ancestrais e sua conexão com a natureza. Com enorme gratidão por esses ensinamentos, Jhon manteve contato com alguns desses personagens que tanto contribuíram em sua trajetória. No momento da pandemia, Jhon identificou que com o impacto da interrupção do turismo na vida dessas pessoas, elas ficaram imediatamente sem renda. Diante disso, ele mobilizou parceiros de todas as regiões do Brasil a fim de criar uma campanha de financiamento coletivo que busca levantar auxílio financeiro em caráter emergencial.

2) O problema: que problema você está ajudando a resolver?

Com o surgimento da pandemia causada pela COVID-19, os profissionais contemplados pelo Movimento te visito de casa perderam imediatamente sua renda visto que as atividades turísticas foram interrompidas a fim de minimizar o avanço da doença. Hoje, em outro estágio, o turismo retoma vagarosamente suas ações. Mas o que poderia ser visto como uma notícia positiva, se instaura como uma ameaça visto que os números de caso da doença nessas regiões estão sendo alavancados com a chegada dos turistas.

3) Sua solução: como seu projeto responde a esse problema? Compartilhe sua abordagem específica.

O financiamento coletivo foi a forma encontrada de fornecer um auxílio emergencial para as despesas básicas de subsistência das famílias dos contemplados para que suportem o período de baixa turística, não migrem para outras funções e possam retomar o trabalho com segurança, assim que as recomendações da OMS forem favoráveis para o desenvolvimento da atividade turística. A segunda etapa do movimento pretende fazer a ponte entre o público e os profissionais contemplados, realizando uma espécie de pagamento pré-pago, onde possam reservar serviços de hospedagem, guiadas, compras de obras artísticas com pagamento prévio realizado diretamente com os profissionais elencados. A terceira etapa do movimento terá como objetivo a criação de uma loja virtual para compra de obras e agendamento de serviços com os profissionais contemplados pelo projeto. Essa iniciativa irá garantir preços mais acessíveis dos serviços e um repasse maior da verba investida para os contemplados, visto que muitas vezes lojas e agências retém um alto percentual sobre o valor do serviço. O objetivo do Movimento te visito de casa é garantir a resistência dos profissionais do setor, possibilitando uma geração de renda nesse período de extrema dificuldade, para que esses profissionais continuem atuando em sua área com excelência no atendimento ao público.

4) Que tal incluir um vídeo sobre sua iniciativa?

Os profissionais que serão atendidos por este projeto possuem uma relação de responsabilidade com os impactos econômicos, sociais e ambientais de suas práticas. O Movimento te visito de casa visa apresentar esses personagens e seus fazeres, motivando o desejo de uma nova maneira de viajar e descobrir um destino, onde sejam respeitadas a cultura, meio ambiente e as pessoas, preservando tradições locais, recursos naturais e dando protagonismo às comunidades residentes.

5) Atividades: Destaque as principais atividades que você realiza no dia-a- dia do seu projeto.

A fim de motivar o financiamento coletivo, apresentamos ao público os personagens contemplados, suas histórias e seus locais de atuação, através de publicações frequentes no perfil do instagram do projeto. Através das entrevistas realizadas, são também produzidos podcasts e vídeos, a fim de aproximar o público, promovendo uma visita virtual a essas pessoas e lugares. Ao apoiar o projeto, o investidor recebe uma ilustração em forma de cartaz ou ímã, com imagens inspiradas nos locais de atuação das pessoas que serão contempladas com o financiamento. Essa é uma forma afetiva de criar uma rede de apoio e divulgação de saberes e destinos, motivando também que essas pessoas se interessem a conhecer as regiões e personagens apresentados pelo movimento quando for possível a retomada das ações turísticas.

6) Inovação: Qual inovação sua iniciativa está desenvolvendo ou adaptando para solucionar problemas na área do turismo? Como se diferencia de outras iniciativas no setor?

O ponto mais importante deste projeto é colocar os profissionais contemplados em um lugar de protagonistas da ação. Além de uma seleção a partir da experiência de um artista que teve sua trajetória marcada por essas pessoas, foram priorizados também os profissionais que atuam com a otimização dos recursos ambientais, buscando sua constante preservação e sustentabilidade e que se preocupam com a salvaguarda de saberes ancestrais, preservando a memória e herança cultural da sua região. Os artesãos selecionados trabalham com reaproveitamento de materiais, os projetos culturais atendidos valorizam o saber de mestres e mestras, os guias tem uma relação de gerar consciência ecológica nos turistas que atendem e os anfitriões atuam com uma prática turística singular, indo na contramão do mercado que prefere atender em massa, aumentando as possibilidades de lucro. Todas as ações e pessoas que serão atendidas por este projeto atuam de forma a buscar a minimização de impacto das regiões em que residem, preservando os recursos naturais, além de respeitar e valorizar a cultura local, seus saberes e práticas.

7) a) Pilares do Turismo sustentável: Quais dos seguintes pilares do Turismo Sustentável o seu projeto contempla?

  • Social - iniciativas que melhorem a qualidade de vida das comunidades envolvidas, que sejam capazes de contribuir em aspectos da educação, saúde, articulação social, diversidade e atuação das comunidades.  
  • Cultural - iniciativas que valorizem as identidades e culturas locais, a preservação das histórias e os saberes tradicionais.  
  • Ambiental - iniciativas que reduzam o impacto ambiental, que ofereçam soluções de compensação, que cuidem da conservação e do uso de recursos naturais, que se proponham a regenerar áreas degradadas e que promovam educação e sensibilização ambiental.     
  • Econômico - iniciativas que atuem a partir da proposta de desenvolvimento local, que gerem emprego e renda localmente, que valorizem fornecedores locais, que construam parcerias e que fortaleçam redes de produção e serviços junto a outros agentes locais.  

7) b) Pilares do Turismo Sustentável: explique como os pilares que sinalizou na pergunta anterior estão presentes na implementação do seu projeto.

Social - A iniciativa tem como objetivo acolher esses profissionais para que prossigam em suas práticas, ampliando suas possibilidades de maior autonomia de geração de renda no futuro, independente de terceiros (agências e lojas que vendem seus produtos e serviços); Culturais - Foram priorizadas as iniciativas que valorizam os saberes de mestras e mestres da cultura popular, a fim de que sejam divulgadas suas ações e práticas, com o objetivo de estimular o interesse em pesquisa para registro e salvaguarda das ações; Ambiental - Os artesãos a serem contemplados pelo projeto trabalham exclusivamente com materiais recicláveis ou de reaproveitamento natural; Econômico - O projeto visa gerar renda em caráter emergencial mas também ampliar a visibilidade desses profissionais para que sejam procurados por outros públicos que se interessem pelo serviço, fortalecendo a geração de renda em locais afastados das grandes capitais. A longo prazo, com os desdobramentos das etapas seguintes (loja virtual e documentário), será possível ampliar a atividade econômica dos profissionais e grupos envolvidos no projeto.

8) Impacto: quais impactos seu projeto causou até agora? Considere impactos internos na estabilidade da sua organização e externos em relação ao pilares do turismo sustentável, utilize dados

O projeto se encontra na fase inicial de implementação. Até o momento, foram envolvidos 15 profissionais na equipe de produção, das cinco regiões do país, que trabalham de maneira voluntária através da criação de conteúdo textual e audiovisual para apresentação dos 22 contemplados. O perfil de instagram do movimento foi lançado no fim de julho do presente ano e conta com 93 publicações e aproximadamente 1.400 seguidores. O contato com os contemplados tem sido de extremo aprendizado para a equipe, que passa a conhecer as regiões de atuação desses agentes e seus saberes da tradição local. Essa rica troca tem gerado também um reconhecimento por esses profissionais da valorização do seu trabalho e de elevação de autoestima em um momento tão desafiador como o que vivemos nesta pandemia. Nesse momento, buscamos parceiros que possam investir e ampliar as possibilidades de divulgação da iniciativa, além de contribuir financeiramente para o aumento da arrecadação que será distribuída igualmente entre os contemplados.

9) Estratégias de crescimento: Quais são seus planos para fomentar o crescimento de sua iniciativa?

Depois de realizar esta primeira etapa, atendendo com o auxílio emergencial para este grupo de 22 contemplados, a proposta é realizar uma segunda etapa, atendendo mais 8 profissionais ou iniciativas que também foram mapeados por Jhon Bermond. Após conseguir atender os 30 contemplados com a renda de forma emergencial, o desdobramento se dará de forma a divulgar os produtos e serviços, com a criação da loja virtual. A equipe de produção visa trabalhar na captação de apoios e patrocínios, para a longo prazo, realizar intercâmbios entre os grupos e profissionais contemplados, gerando novas pesquisas, trocas de saberes, técnicas e modos de produção. O desejo do movimento é que todo esse processo seja registrado a fim de criar um documentário, possibilitando a ampliação da quantidade de pessoas atingidas pelo projeto, valorizando e dando importância aos saberes ancestrais, oportunizando o acesso e conhecimento da voz ativa, da prática e da vivência dos mestres, guias, anfitriões e artistas.

10) Colaboração: como a sua iniciativa colabora com outros atores (governos, universidades, empresas, associações da sociedade civil) para fazer a diferença? Você realiza alguma parceria?

No momento estamos em busca de parceiros que possam investir com recursos, serviços ou materiais a fim de fortalecer o movimento e ampliar as possibilidades de geração de renda para os contemplados, seja por meio da doação ou pela promoção do trabalho dos mesmos. O movimento visa criar um legado de registro, divulgação, promoção e valorização dos trabalhos dos contemplados, de modo a despertar o olhar sobre a importância do que desenvolvem.

11) Inspirar novos agentes de transformação: você tem influenciado outras organizações e pessoas a se envolverem no seu projeto e/ou a se preocuparem com o Turismo Sustentável? Se sim, como?

O movimento tem atraído públicos diversos, que tem auxiliado na promoção dos trabalhos dos atores envolvidos neste processo, incentivando o reconhecimento desses importantes personagens para o desenvolvimento do turismo na região que atuam, além de divulgar destinos de viagem de todo o país, despertando o interesse do público que acessa as redes sociais do projeto e visita virtualmente esses lugares e pessoas.

12) a)Quais dos seguintes recursos sua organização obteve até o momento?

  • Suporte de amigos
  • Apoio da família
  • Mentores / conselheiros
  • Financiamento Coletivo

12) b) Planejamento Financeiro: como você planeja financiar o seu projeto a curto, médio e longo prazo?

Hoje o projeto atua com 100% de doações, através do investimento de pessoas físicas que ao comprarem uma obra do Arte da Terra, tem o valor investido para a doação aos contemplados. Da entrada de doações são retirados apenas os custos para manutenção das plataformas digitais, materiais para produção das obras e postagem das obras adquiridas. A proposta é que a longo prazo, as fontes de renda sejam providas de editais, leis de incentivo e prêmios. Dessa forma, garantiremos o pagamento da equipe que hoje atua de forma voluntária e o investimento nas ações de desdobramento do projeto, como criação de loja virtual, intercâmbios entre contemplados e produção de documentário. A proposta é que os valores gerados de serviços e produtos sejam revertidos integralmente aos profissionais contemplados por essa iniciativa. Dessa forma, será necessário que 100% da renda seja de fontes de pessoas jurídicas, através de doação direta, editais ou leis de incentivo.

12) c) Quanto você já investiu no seu projeto para a operação deste ano?

  • Investimento entre R$1.000 e R$10.000

12) d) Qual é o orçamento necessário para o funcionamento do seu projeto durante 1 ano?

  • acima de R$ 100.000

13) Equipe: qual é a atual composição da sua equipe (papéis, qualificação, tempo integral x temporários, etc)? Como essa composição se transformará no futuro do seu projeto?

A equipe do Movimento Te Visito de Casa é integrada por 1 artista visual, 4 designers, 3 produtores culturais, 2 jornalistas, 2 coordenadora de mídias sociais, 2 produtores de conteúdo audiovisual e 1 administrador financeiro. Formada por representantes de todas as regiões do país, que promovem a troca de múltiplos conhecimentos e formas de fazer. A proposta é que essa equipe se mantenha ao longo dos desdobramentos possíveis para o projeto, podendo ser remunerada pelo serviço e se dedicando integralmente para o desenvolvimento do projeto. Maiores detalhes sobre papéis e qualificações da equipe se encontram no documento anexado para apresentação do projeto.

14) Diversidade na equipe: descreva a diversidade de sua equipe e inclua informações sobre a distribuição de cargos.

A equipe atua em um modelo de gestão compartilhada, não sendo estabelecidas relações hierárquicas. Predominantemente formada por mulheres (que representam 2/3 da equipe), representantes das cinco regiões do Brasil, tendo membros negros e de representatividade LGBTQIA+.

15) a) Diversidade do público de sua iniciativa: o seu projeto tem como foco específico algum dos seguintes grupos?

  • Minorias étnicas
  • Comunidade negra
  • Comunidade de baixa renda
  • Comunidade indígena
  • Comunidade quilombola

15) b) Diversidade de público da iniciativa: Dê exemplos reais de como o seu projeto está conseguindo impactar todos os grupos que você indicou na pergunta anterior.

Na seleção dos profissionais/grupos, buscamos uma variedade de vivências, envolvendo na primeira etapa do projeto o acolhimento dos seguintes contemplados: Grupo de Carimbó Tambores do Pacoval (PA), Grupo de Carimbó Nativos do Canal (PA), Timei Assurini (PA), Comunidade Indígena Parque das Tribos (AM), Artesã Indígena Erlize (RR), Anfitriã Dona Léia (BA), Guia Harebol (BA), Mestre Artesão Luis Benício (PE), Mestre Artesão Zé Bezerra (PE), Guia Enéas (PE), Mestre Artesão Gago das Carrancas (PE), Coletivo Casa das Artesãs (AL), Guia Wedja (SE), Anfitriã Conceição Oliveira (PI), Casa das Artesãs do Povoado Marcelino (MA), Anfitrião Paraíso do Caju (MA), Encontro Raízes (GO), Coletivo de artesãs (DF), Etnia Guarani Mbyá (RJ), Mestre Deneir de Souza Martins (RJ), Projeto Confio (MG) e Mestre Nilo e Leonildo Pereira e Grupo Canutilho de Fandango Caiçara (PR). Dessa forma, conseguiremos envolver minorias étnicas, comunidades negras, de baixa renda, indígenas e quilombolas.

16) Como você soube desse desafio?

  • Mídia social
  • Recomendado por outras pessoas

Evaluation results

12 evaluations so far

1. IMPACTO: Esta iniciativa demonstra impacto relevante, e com evidências quantitativas e qualitativas?

Com toda certeza. - 16.7%

Sim, há evidências quantitativas e qualitativas de seu impacto na comunidade. - 66.7%

De forma parcial. - 0%

Não, há pouca evidência de resultados de impacto. - 16.7%

Não. - 0%

2. INOVAÇÃO: Esta iniciativa desenvolveu e implementou uma abordagem inovadora?

Com toda certeza. - 16.7%

Sim, tem características inovadoras. - 58.3%

De forma parcial. - 25%

Não, há pouca evidência demonstrada. - 0%

Não. - 0%

3. PLANEJAMENTO FINANCEIRO E OPERACIONAL: A iniciativa tem como base um modelo de negócio viável e mostra planos realistas de longo prazo para a sustentabilidade financeira?

Com toda certeza. - 16.7%

Sim, a iniciativa tem um bom modelo de negócio. - 0%

De forma parcial. - 66.7%

Insuficiente. - 16.7%

Não. - 0%

4. REPLICABILIDADE & CRESCIMENTO: Avalie a escalabilidade da iniciativa. Ela tem potencial de ser replicada em outros contextos sociais, culturais e/ou geográficos?

Com toda certeza. - 41.7%

Sim, a iniciativa demonstra potencial. - 41.7%

De forma parcial. - 8.3%

Insuficiente. - 8.3%

Não. - 0%

5. AGENTES DE TRANSFORMAÇÃO: Uma/um agente de transformação social é alguém que se propõem a lidar e encontrar soluções coletivas para o bem de uma comunidade, um grupo, uma localidade. Queremos saber: essa iniciativa ajuda a inspirar e apoiar outras pessoas a se tornarem agentes de transformação em suas comunidades?

Com toda certeza. - 25%

Sim, a iniciativa demonstra potencial. - 58.3%

De forma parcial. - 8.3%

Insuficiente. - 8.3%

Não. - 0%

6. DIVERSIDADE: Esta iniciativa demonstra a inclusão de públicos diversos em sua iniciativa, seja nos parceiros com os quais colabora e/ou na composição de sua equipe?

Com toda certeza. - 25%

Sim, a iniciativa demonstra potencial. - 58.3%

De forma parcial. - 8.3%

Insuficiente. - 8.3%

Não. - 0%

7. AVALIAÇÃO GERAL: De forma geral, você considera que esta iniciativa deve avançar para a próxima fase do Desafio e se tornar um semifinalista?

Sim, com toda a certeza! - 25%

Sim, acredito que sim. - 33.3%

Talvez. - 16.7%

Provavelmente não. - 25%

Não. - 0%

Attachments (1)

manifesto-MTVC-novo.pdf

Apresentação Movimento Te Visito de Casa

6 comments

Join the conversation:

Comment
Spam
Photo of Pousada Dolphin
Team

Parabéns pela iniciativa, a conexão dos principais protagonistas entre vários estados no Brasil fortalece o nosso turismo como um todo. Sucesso!

Spam
Photo of Diaspora.Black Da Silva Filho
Team

Diaspora.Black está à disposição para qualquer possibilidade de contribuir para o desenvolvimento deste belo trabalho.
Somos uma plataforma de venda de turismo de propósito e se fizer sentido, nos colocamos à disposição.
Grande abraço

Ei, já estava esquecendo de lhe pedir pra dar uma passada em nossa página e se curtir, pode comentar e avaliar, tá? rsrs
https://network.changemakers.com/challenge/turismosustentavel/inscricoes/diaspora-black-promovendo-a-transformacao-no-turismo-atraves-da-tecnologia-e-da-diversidade

Grande abraço

Spam
Photo of Hugo de Castro
Team

Olá,
Parabéns pela linda iniciativa! Esperamos uma linda evolução em seu projeto e que venham muitas conquistas!
Fizemos uma avaliação super positiva de seu projeto, se puder retribuí a gentiliza, ficaremos muito gratos!
https://network.changemakers.com/challenge/turismosustentavel/avaliacao-i/trilha-transmantiqueira

Spam
Photo of Julianna Rocha
Team

Muito bacana o projeto! Parabéns!!
https://network.changemakers.com/challenge/turismosustentavel/inscricoes/projeto-pequenos-sustentaveis

Spam
Photo of Alexsander Azevedo
Team

Que iniciativa bacana, parabéns! Aqui na minha região (Jequitinhonha/Serra do Espinhaço), também criei uma rede pequena de artesãos há poucos anos, e como nesse período de pandemia desativamos o espaço físico de apresentação do produtos e, como não temos loja virtual, estabeleci sorteios de peças com contribuições a partir de 30 reais em grupos de no máximo 50 números/item sorteado (de valores entre 100 e 300 reais) estimulando o interesse com maiores chances do doador ganhar. O contato foi feito principalmente através do whatsApp e a confirmação de através de comprovantes de transferências bancárias. Talvez seja uma estratégia complementar. Forte abraço e sucesso!

Spam
Photo of Ted Machado
Team

Olá!
Parabéns pela iniciativa Movimento te visito de casa
Acreditamos que nosso projetos tenham muito em comum.
Acesse nossa plataforma www.viagem20.com.br e cadastre roteiros turísticos únicos ou ajude a divulgar aos que os tenham.
A plataforma é inteiramente gratuita, sem cobrança de custos fixos ou comissões.
Para saber mais acesse aqui https://network.changemakers.com/challenge/turismosustentavel/inscricoes/plataforma-tecnologica-viagem20
Estamos abertos a outras parcerias.
Sucesso sempre!