Roteiros afroferenciados no Rio de Janeiro

“Até que os leões contem suas histórias, os caçadores serão sempre os heróis das narrativas de caça.”

Photo of Sou Mais Carioca
0 0

Written by

Nome completo do(a) representante do projeto

Gabriela de Oliveira Palma

E-mail

contato@gabrielapalmaturismo.com

Nacionalidade

Brasileira

Gênero

  • Feminino

Data de Nascimento

31011985

Sede da organização (UF)

  • Rio de Janeiro

Site da organização

www.soumaiscarioca.com.br

Mídias sociais da organização

https://www.instagram.com/soumaiscarioca https://www.facebook.com/soumaiscarioca https://www.youtube.com/soumaiscarioca https://www.twitter.com/soumaiscarioca

Data em que você iniciou o projeto

Jul/2015

Estágio do projeto

  • Estabelecido (passou com sucesso pelas fases iniciais, tem um plano para o futuro)

Elegibilidade I: Você atende a todos os critérios de elegibilidade?

  • Sim, eu tenho mais de 18 anos de idade.
  • Sou brasileira/o ou estrangeira/o residente no Brasil.
  • Tenho atuação direta e comprovada no projeto.
  • Não sou funcionário nem familiar de funcionários da Ashoka e da CTG Brasil.

Elegibilidade II: O projeto inscrito:

  • É um projeto já implementado e posso comprovar nas respostas, fotos e documentações a serem apresentadas nesta inscrição..
  • É um projeto que tem como foco pelo menos dois (2) dos quatro (4) pilares do turismo sustentável (social, cultural, ambiental e econômico) descritos na seção "Escopo e áreas de foco".

Ao se inscrever, você concorda que possamos apresentar seu trabalho nas mídias sociais e outras publicações da Ashoka e CTG Brasil, relacionadas ao Desafio?

  • Sim, eu concordo.

1) Viagem pessoal: qual a história por trás da decisão em iniciar este projeto?

Quando voltei ao Brasil fiquei me perguntando se somente em locais fora do Brasil que haviam lugares culturais gratuitos e descobri que não. Haviam muitos museus e centros culturais aqui no Rio de Janeiro gratuitos ou com custo muito baixo que poderiam ser visitados. Fiquei com isso na cabeça. Em 2015 eu fui demitida do meu antigo emprego e resolvi ser feliz fazendo aquilo o que eu realmente gostava: Turismo. Foi então que me inscrevi no curso técnico de guia de turismo no Senac-RJ. Durante o curso idealizei um projeto em sala de aula chamado: Sou+Carioca que hoje é o nome da minha empresa onde sou sócia com mais duas mulheres. A Sou+Carioca sempre teve a narrativa afroreferenciada no nosso DNA, não é a toa que no dia da estreia o primeiro tour foi a caminhada pela Pequena África.

2) O problema: que problema você está ajudando a resolver?

O(a) morador(a) da cidade do Rio de Janeiro não é visto(a) como potencial consumidor(a) dos serviços turísticos. O morador(a) preto(a) então, nem se fala. Mesmo que a população brasileira seja 54% negra ainda somos considerados(as) minoria e ainda existem poucos produtos e serviços pensados para nós, população preta.

3) Sua solução: como seu projeto responde a esse problema? Compartilhe sua abordagem específica.

Foi por isso que sempre pensamos em desenvolver roteiros que pudéssemos valorizar o nosso patrimônio cultural utilizando passeios guiados para trazer esse(a) morador(a) para se apropriar da cidade e da sua história que foi negada por muito tempo. Realizamos caminhadas em vários bairros da cidade que sempre tem como foco a população negra como por exemplo: A caminhada pelo circuito da Herança Africana na Zona Portuária do Rio de Janeiro ou a caminhada onde falamos de Dom Obá, um dos pioneiros na luta pela igualdade racial no Brasil. Também realizamos um roteiro sobre a Capoeira e sobre a Gestão Matriarcal que as negras africanas tinham na época da escravidão. Ao realizarmos esses passeios guiados oferecemos para o morador da cidade do Rio de Janeiro uma forma mais leve de trazer a tona assuntos como racismo estrutural, desigualdade social e os impactos da escravidão na nossa sociedade. Desde 2015 essa foi a nossa forma de dizer que #VidasNegrasImportam antes de ser moda.

4) Que tal incluir um vídeo sobre sua iniciativa?

Nesse vídeo conseguimos mostrar um pouco como é o nosso tour da Pequena África O vÍdeo foi gravado em 2020 pela guia de turismo Luana Ferreira que faz parte da nossa equipe.

5) Atividades: Destaque as principais atividades que você realiza no dia-a- dia do seu projeto.

* Gestão de Equipe - Me preocupo em manter a equipe sempre unida e com a motivação alta. Assim como entender as demandas de capacitação do time. * Gestão de processos - Analiso constantemente nossos processos e tento entender no que podemos melhorar para otimizar o nosso tempo. * Edição de vÍdeo para o canal da Sou+Carioca - Sou a principal responsável pelas edições dos vídeos do nosso canal. Edito 2 vídeos na semana para manter a constância e engajamento no nosso canal. * Gestão financeira - A análise de fluxo de caixa é constante para entender como podemos investir a receita gerada. * Gestão de conteúdo para o site e mídias sociais - Estou sempre antenada no que acontece no mundo do turismo e na cidade do Rio de Janeiro para alimentar nossas mídias sociais com conteúdos relevantes.

6) Inovação: Qual inovação sua iniciativa está desenvolvendo ou adaptando para solucionar problemas na área do turismo? Como se diferencia de outras iniciativas no setor?

Acredito que a principal inovação da Sou+Carioca tem a ver com a observação e análise de mercado, por exemplo, entendemos que o mercado de turismo não via o morador da cidade como potencial consumidor. Isso aconteceu em 2015 quando a maioria dos profissionais do setor nos víamos como loucas em oferecer passeios para os cariocas. Hoje, 5 anos depois somos referência em roteiros guiados a pé na cidade e surfando na onda do turismo local que se tornou a principal fonte de renda de quem trabalha com turismo nesse período onde os turistas internacionais e nacionais “sumiram” devido a pandemia. Além disso somos uma das poucas agências de turismo que entenderam o poder das mídias sociais e fazemos questão de nos relacionar com nossos clientes utilizando essas plataformas. Atualmente chegamos a marca dos 30.000 seguidores no Instagram e 1.000 inscritos no canal do Youtube (retornando com o canal no meio da pandemia).

7) a) Pilares do Turismo sustentável: Quais dos seguintes pilares do Turismo Sustentável o seu projeto contempla?

  • Social - iniciativas que melhorem a qualidade de vida das comunidades envolvidas, que sejam capazes de contribuir em aspectos da educação, saúde, articulação social, diversidade e atuação das comunidades.  
  • Cultural - iniciativas que valorizem as identidades e culturas locais, a preservação das histórias e os saberes tradicionais.  
  • Econômico - iniciativas que atuem a partir da proposta de desenvolvimento local, que gerem emprego e renda localmente, que valorizem fornecedores locais, que construam parcerias e que fortaleçam redes de produção e serviços junto a outros agentes locais.  

7) b) Pilares do Turismo Sustentável: explique como os pilares que sinalizou na pergunta anterior estão presentes na implementação do seu projeto.

Social - Ao realizarmos uma caminhada guiada tentamos sempre despertar o pensamento crÍtico nas pessoas que estão participando do passeio. Não temos medo de trazer assuntos importantes e relevantes como racismo estrutural, desigualdade social e preconceito entre as pessoas durante os nossos roteiros. O debate sempre acontece de uma forma saudável e desperta o interesse no ouvinte para pesquisar mais sobre determinados assuntos posteriormente. Cultural - Estamos sempre preocupadas em desenvolver roteiros que possam envolver os patrimônios históricos culturais da cidade que não estão vinculados nos mapas turísticos oficiais da cidade. Por exemplo, ao realizar o roteiro da Pequena África levamos as pessoas para conhecer o Instituto dos Pretos Novos, que é um centro de memória importante porém não está no mapa turístico oficial. Temos ainda um orgulho danado ao compartilhar nosso conhecimento adquirido ao longo dos anos com esses moradores. Poder ver o brilho nos olhos de pessoas que sempre moraram no Rio de Janeiro mas que nunca tinham ido à Pedra do Sal e entendido a sua relevância histórica nos arrepia e nos move a seguir em frente. Econômico - Ao realizar passeios guiados com os moradores da cidade ajudamos os guias de turismo, que fazem parte da nossa equipe, a manterem uma renda constante durante todo o ano e não somente durante a alta temporada. Além do mais sempre fazemos parceria com os restaurantes e comércios locais para valorizar as pequenas empresas.

8) Impacto: quais impactos seu projeto causou até agora? Considere impactos internos na estabilidade da sua organização e externos em relação ao pilares do turismo sustentável, utilize dados

Até o momento já impactamos mais de 14.000 pessoas no Rio de Janeiro que já participaram dos nossos roteiros presenciais ou online. Só no roteiro da Pequena África juntando o presencial e online já impactamos em torno de 2.000 pessoas. Além disso já fomos finalistas em 2019 do Prêmio Brasil Criativo com o roteiro da Pequena África. Não levamos o prêmio pra casa mas foi muito importante para nós sermos finalistas. No final do vídeo que relacionei anteriormente tem alguns depoimentos de pessoas que já fizeram o nosso passeio.

9) Estratégias de crescimento: Quais são seus planos para fomentar o crescimento de sua iniciativa?

Pensamos em levar esse modelo para outras capitais do Brasil pois com certeza existem outras "Pequenas Áfricas" por aí­. Um sonho seria desenvolver roteiros afro referenciados em todas as capitais brasileiras fazendo parcerias com os(as) guias pretos(as) locais. Para que assim possamos contar nossa história de uma forma menos eurocentrada.

10) Colaboração: como a sua iniciativa colabora com outros atores (governos, universidades, empresas, associações da sociedade civil) para fazer a diferença? Você realiza alguma parceria?

Já fomos contratados pelo Grupo Cataratas, responsáveis pela gestão do Rio Zoo, Paineras Corcovado e Aquário do Rio para realizar o passeio da Pequena África de forma institucional com um debate ao final do tour sobre racismo estrutural. Esse debate foi realizado com o criador do projeto Wakanda Madureira. A empresa nos contatou pois viu que era importante promover esse debate entre os seus funcionários.

11) Inspirar novos agentes de transformação: você tem influenciado outras organizações e pessoas a se envolverem no seu projeto e/ou a se preocuparem com o Turismo Sustentável? Se sim, como?

Uma das sócias da empresa, Gabriela Palma, já realizou uma palestra no TEDx Petrópolis falando da importância de tratar o morador como agente de mudança nas cidades consideradas turísticas. Ter recebido esse convite nos fez ver que estamos seguindo o caminho certo. Para assistir a palestra clique aqui: https://www.youtube.com/watch?v=p9lyRlBljd0 Além disso, Gabriela Palma já idealizou e executou a Semana Turismo AfroReferenciado no seu Instagram pessoal, clique aqui para ver como foi: https://www.instagram.com/p/CDbcwUQjfK1/ e também participou do painel sobre AfroTurismo na ABAV Collab, um dos maiores eventos do setor de turismo, no dia 02/10/2020.

12) a)Quais dos seguintes recursos sua organização obteve até o momento?

  • Suporte de amigos
  • Apoio da família
  • Vendas
  • Mentores / conselheiros
  • Participação em programas de incubação e aceleração

12) b) Planejamento Financeiro: como você planeja financiar o seu projeto a curto, médio e longo prazo?

Curto Prazo - Retorno dos passeios presenciais em Setembro/2020 60% + Tours virtuais - 20% + Venda de -ebook 20% Médio Prazo - Projetos para empresas 30% + Passeios com moradores 40% + Grupos internacionais 10% + Tour Virtuais 10% + E-book 10% Longo Prazo - Edital para implantação de roteiros afroreferenciaados em 4 capitais 20% + Projetos para empresas 50% + Passeios com moradores 25% + Tours virtuais 5%

12) c) Quanto você já investiu no seu projeto para a operação deste ano?

  • Investimento entre R$1.000 e R$10.000

12) d) Qual é o orçamento necessário para o funcionamento do seu projeto durante 1 ano?

  • entre R$ 10.000 e R$ 50.000

13) Equipe: qual é a atual composição da sua equipe (papéis, qualificação, tempo integral x temporários, etc)? Como essa composição se transformará no futuro do seu projeto?

3 sócias mulheres e pretas - 2 com tempo integral voltado para a estratégia e gestão de negócio e 1 voltado mais para o operacional 1 produtora de conteúdo para mídias sociais - Custo variável por entrega de resultado. 24 Guias de Turismo credenciados pelo Ministério do Turismo - Cada guia realiza o seu próprio roteiro de acordo com a disponibilidade em sua agenda Entendemos que seria muito interessante ter uma pessoa especialista em venda para oferecer os projetos para as empresas (Intensificação do B2B) e uma pessoa especialista para SEO para indexação do site no Google e aumento das vendas antecipadas dos passeios. Também sabemos que é essencial alguém especialista em participação dos editais para que possamos escrever o projeto de expansão em outras capitais além da contratação de carteira assinada da nossa produtora de conteúdo e a contratação freelance de editores e criadores de conteúdo em vídeo para aumento de engajamento do canal do youtube e monetização do mesmo gerando ma

14) Diversidade na equipe: descreva a diversidade de sua equipe e inclua informações sobre a distribuição de cargos.

No momento a Sou+Carioca possui 3 sócias negras e mulheres com idade de 35, 38 e 60 anos. A equipe de guias de turismo é composta de 60% por mulheres e 45% de pessoas negras. Dentro dessa mesma equipe temos guias que seguem religiões diferentes e orientação sexual diversas. Nossa equipe reside em lugares diferentes do Rio de Janeiro: Zona Norte, Zona Sul, Zona Oeste, Centro, Baixada Fluminense e Niterói. Para conhecer nossa equipe, clique aqui: https://soumaiscarioca.com.br/guias

15) a) Diversidade do público de sua iniciativa: o seu projeto tem como foco específico algum dos seguintes grupos?

  • Comunidade negra
  • Comunidade periférica

15) b) Diversidade de público da iniciativa: Dê exemplos reais de como o seu projeto está conseguindo impactar todos os grupos que você indicou na pergunta anterior.

A 70% dos nossos clientes são moradores da baixada fluminense no Rio de Janeiro onde o acesso à cultura e lazer são mais complicado então essas pessoas conseguem ver uma opção de lazer fazendo os passeios com a Sou+Carioca. 90% do nosso público são de mulheres e dessas mulheres 60% são negras.

16) Como você soube desse desafio?

  • Recomendado por outras pessoas

Evaluation results

0 evaluations so far

0 comments

Join the conversation:

Comment