PROJETO PARQUES NACIONAIS

Engajamento e educação nas causas da conservação de áreas naturais protegidas para o bem-estar social e econômico do país.

Photo of Sergio Espada
0 4

Written by

Nome completo do(a) representante do projeto

SERGIO RICARDO ESPADA

E-mail

projetoparquesnacionais@gmail.com

Telefone pessoal

11943057979

Nacionalidade

Brasileiro

Gênero

  • Masculino

Data de Nascimento

27091979

CPF (do responsável pelo projeto)

284.316.118-55

Sede da organização (UF)

  • São Paulo

CNPJ da organização (a qual o projeto está ligado)

28.528.327/0001-50

Site da organização

https://www.youtube.com/parquesnacionais

Mídias sociais da organização

Instagram: https://www.instagram.com/parques.nacionais Facebook: https://www.facebook.com/parques.nacionais.br Youtube: https://www.youtube.com/parquesnacionais

Data em que você iniciou o projeto

abril/2017

Estágio do projeto

  • Em crescimento (passaram das primeiras atividades; trabalhando para o próximo nível de expansão)

Elegibilidade I: Você atende a todos os critérios de elegibilidade?

  • Sim, eu tenho mais de 18 anos de idade.
  • Sou brasileira/o ou estrangeira/o residente no Brasil.
  • Tenho atuação direta e comprovada no projeto.
  • Não sou funcionário nem familiar de funcionários da Ashoka e da CTG Brasil.

Elegibilidade II: O projeto inscrito:

  • É um projeto já implementado e posso comprovar nas respostas, fotos e documentações a serem apresentadas nesta inscrição..
  • É um projeto que tem como foco pelo menos dois (2) dos quatro (4) pilares do turismo sustentável (social, cultural, ambiental e econômico) descritos na seção "Escopo e áreas de foco".

Ao se inscrever, você concorda que possamos apresentar seu trabalho nas mídias sociais e outras publicações da Ashoka e CTG Brasil, relacionadas ao Desafio?

  • Sim, eu concordo.

1) Viagem pessoal: qual a história por trás da decisão em iniciar este projeto?

Sérgio Espada, viveu sua infância e juventude muito próximo da natureza. Engenheiro de formação, montanhista, mergulhador é apaixonado por fotos e por viagens de aventura e já conheceu mais de 50 Parques Nacionais no Mundo, sendo 20 deles no Brasil. Decidido a seguir sua paixão e seus sonhos, criou o Projeto Parques Nacionais, a fim de se dedicar integralmente ao que mais gosta de fazer; conhecer novos lugares, novas pessoas, compartilhar suas experiências e divulgar as belezas naturais e culturais de seu país. Por meio do Projeto descobriu que as áreas naturais vão muito além do que já conhecia. Descobriu o trabalho voluntário, a educação ambiental, as pesquisas científicas, a gestão dos Parques e os impactos sociais e econômicos atrelados a elas. Aos poucos percebeu que seu propósito ia além de fazer estes espaços conhecidos. Era preciso fazer as pessoas entenderem mais sobre meio ambiente. Era preciso conscientizar, educar e engajar.

2) O problema: que problema você está ajudando a resolver?

Uma pesquisa da WWF diz que 65% das pessoas entrevistadas afirmam que a proteção da fauna e da flora é um dos principais benefícios das áreas protegidas, porém, apenas 25% enxergam perspectivas econômicas a partir da conservação do meio ambiente e 34% identificam nesses locais uma oportunidade para descanso e lazer. Embora os brasileiros apreciem a natureza, os dados mostram que a população ainda não enxerga as áreas naturais como um local de lazer . Queremos mudar essa visão.

3) Sua solução: como seu projeto responde a esse problema? Compartilhe sua abordagem específica.

O Projeto tem o propósito de engajar e educar a população nas causas da conservação de áreas naturais protegidas, retratando a importância dessas áreas para a vida no planeta, assim como, sua relevância para o bem-estar social e econômico do país. Por meio de conteúdos audiovisuais que são disponibilizados nas redes sociais de forma gratuita, temos os seguintes objetivos específicos: a) Promover uma mudança cultural na sociedade brasileira para que entendam a importância e se aproximem das áreas naturais protegias; b) Valorizar as Unidades de Conservação; c) Valorizar as culturas tradicionais dentro e no entorno das áreas; c) Aumentar a visitação das áreas naturais protegidas; d) Aumentar o giro nas economias locais ao redor das áreas naturais, incentivando o ecoturismo; d) Melhorar a qualidade de vida dos que dependem do turismo sustentável;

4) Que tal incluir um vídeo sobre sua iniciativa?

Utilizando de uma linguagem atraente, incentivamos e convidamos as pessoas a visitarem as áreas, servindo como vitrine de todo o patrimônio cultural e paisagístico que ali existe. Ganham as comunidades de entorno que dependem da visitação e toda a econômia ligada aos serviços ecoturísticos.

5) Atividades: Destaque as principais atividades que você realiza no dia-a- dia do seu projeto.

Geração de conteúdos sobre as áreas naturais protegidas: - Produção de filmes ; - Publicação de fotos ; - Publicação de entrevistas de pessoas relacionadas as áreas; - Produção de debates ao vivo sobre assuntos relacionados as áreas;

6) Inovação: Qual inovação sua iniciativa está desenvolvendo ou adaptando para solucionar problemas na área do turismo? Como se diferencia de outras iniciativas no setor?

O Projeto Parques Nacionais é uma plataforma de geração de conteúdo de educação, conservação e engajamento que adota uma linguagem simples e acessível, de forma que atinja uma maior parcela da população, especializada ou não nos assuntos. Intercalamos imagens de alta definição editadas em ritmo mais acelerado. Trazemos entrevistas e conteúdos relevantes e científicos traduzidos em linguagem popular.

7) a) Pilares do Turismo sustentável: Quais dos seguintes pilares do Turismo Sustentável o seu projeto contempla?

  • Social - iniciativas que melhorem a qualidade de vida das comunidades envolvidas, que sejam capazes de contribuir em aspectos da educação, saúde, articulação social, diversidade e atuação das comunidades.  
  • Cultural - iniciativas que valorizem as identidades e culturas locais, a preservação das histórias e os saberes tradicionais.  
  • Ambiental - iniciativas que reduzam o impacto ambiental, que ofereçam soluções de compensação, que cuidem da conservação e do uso de recursos naturais, que se proponham a regenerar áreas degradadas e que promovam educação e sensibilização ambiental.     
  • Econômico - iniciativas que atuem a partir da proposta de desenvolvimento local, que gerem emprego e renda localmente, que valorizem fornecedores locais, que construam parcerias e que fortaleçam redes de produção e serviços junto a outros agentes locais.  

7) b) Pilares do Turismo Sustentável: explique como os pilares que sinalizou na pergunta anterior estão presentes na implementação do seu projeto.

Social: Temos o compromisso de incentivar as pessoas que consomem nossos conteúdos a utilizarem serviços locais das áreas naturais visitadas, gerando assim maior renda e melhor qualidade de vida às comunidades de entorno; Cultural: Documentamos, divulgamos e ressaltamos as culturas tradicionais existentes nos entornos das áreas protegidas, incentivando o conhecimento e a valorização da diversidade cultural; Ambiental: Promovemos a educação ambiental e a concientização da importância das áreas naturais para essa e também para as futuras gerações, abordando temas como a preservação de espécies, preservação de nascentes, melhores práticas e atitudes de visitação e promovendo o conhecimento em busca da conservação. Econômico: promovendo a informação entendemos que nossos conteúdos geram a curiosidade e a vontade das pessoas conhecerem as áreas naturais e consequentemente ativem a econômia das cidades e comunidade do entorno por meio do consumo de serviços turísticos ( pousadas restaurantes, agencias de turismo, guias ) e também de serviços essenciais ( farmácia, posto de combustível, mercado) .

8) Impacto: quais impactos seu projeto causou até agora? Considere impactos internos na estabilidade da sua organização e externos em relação ao pilares do turismo sustentável, utilize dados

Nossas redes sociais contam com com 17 mil seguidores no instagram, 2 mil seguidores no facebook , 950 seguidores no Youtube. Temos mais de 25 horas de conteúdo gerado no Youtube, com 14.7 mil visualizações o que representa 1.600 horas de exibição. O nosso filme sobre o Parque Nacional do Itatiaia é o que possui maior audiência, com mais de 9 mil visualizações e 1,2 mil horas de exibição em apenas 3 meses do seu lançamento. Podemos perceber o potencial em atingir positivamente as pessoas com nossos conteúdos sendo uma fonte de pesquisa e de referência para obtenção de informações relevantes sobre os temas abordados. Temos notado isso inclusive, quando somos consultados pelos seguidores sobre informações de áreas naturais protegidas espalhadas pelo Brasil, onde 100% das pessoas que nos procuram são respondidas.

9) Estratégias de crescimento: Quais são seus planos para fomentar o crescimento de sua iniciativa?

A produção do nosso próximo filme já teve início, embora encontra-se parada devido a pandemia, mas irá retornar assim que a situação se normalizar. Iremos retrarar o Parque Nacional das Cavernas do Peruaçu. Além disso, temos 12 episódios de uma websérie aprovada na Lei de Incentivo a cultura em fase de captação de recursos. Temos um pré acordo com a ONG Rede Pró UC para produção de um mini documentário. Ademais, estamos em constante busca de oportunidades de geração de conteúdos e apoios para futuras produções que estejam alinhados com o nosso propósito.

10) Colaboração: como a sua iniciativa colabora com outros atores (governos, universidades, empresas, associações da sociedade civil) para fazer a diferença? Você realiza alguma parceria?

O Projeto tem potencial para estabelecer parcerias com governos de todas as esferas (municipais, estaduais e federais) embora até o momento, só estamos vinculados a lei de incetivo a cultura e ainda em fase de captação de recursos para execução. Já recebemos alguns convites de participar de fóruns de conversa em universidades, que não foram adiante em função da pandemia, mas que demonstram um potencial de parceria e de troca. Temos sido procurados também por agentes de turismo que vêem em nossos conteúdos uma possibilidade de chamar a atenção de seus clientes sobre o turismo responsável. Temos uma parceria com a Rede Pró UC, como mencionado no item anterior. Já realizamos também palestras para alunos do ensino fundamental falando sobre a importância das áreas naturais protegidas do país. Assim, vemos que as possibilidades são muitas e estamos muito abertos as parcerias que tem também como propósito incentivar a conservação e o ecoturismo.

11) Inspirar novos agentes de transformação: você tem influenciado outras organizações e pessoas a se envolverem no seu projeto e/ou a se preocuparem com o Turismo Sustentável? Se sim, como?

Acreditamos que todos que tem contato com o Projeto de alguma forma são influenciados e/ou impactados positivamente. Temos recebido bons comentários de ONGs, servidores e chefes de unidades de conservação, professores de universidades, público em geral, etc. Isso demonstra que de alguma forma todas essas pessoas foram tocadas e influenciadas. Percebemos que o projeto tem servido também como fonte de inspiração para pessoas que já trabalham com conservação a muitos anos, e encontram no projeto uma motivação de continuar, o que é bastante motivador para nós. Nosso contato constante e fiel com as pessoas que nos acompanham é uma de nossas estratégias de comunicação e estamos sempre incentivando que as pessoas sejam, assim como nós, disseminadoras do conhecimento.

12) a)Quais dos seguintes recursos sua organização obteve até o momento?

  • Suporte de amigos
  • Investimentos Próprios

12) b) Planejamento Financeiro: como você planeja financiar o seu projeto a curto, médio e longo prazo?

Curto Prazo (atual): Atualmente o projeto conta com financiamento próprio, com um financiamento coletivo e patrocínios para a produção do próximo filme e uma prestação de serviços para uma ONG. 55% - Investimento próprio; 20% - Financiamento coletivo (doações); 20% - Serviços; 5% - Patrocínios; Médio Prazo: O planejamento a médio prazo conta com uma pulverização um pouco maior das fontes de financiamento, com uma tendência a diminuir a porcentagem de investimento próprio e um aumento nas fontes externas, como as leis de incentivo, editais e serviços. 30% - Leis de incentivo; 20% - Editais; 20% - Serviços; 10% - Apoios e patrocínios; 10% - Doações; 10% - Investimento próprio; Longo Prazo: A longo prazo o Projeto deverá ter um maior aporte financeiro proveniente da prestação de serviços (produções de conteúdos com a marca Parques Nacionais) sem a necessidade de financiamento próprio do idealizador ou parceiros; - 60% Serviços; - 25% editais; - 10% Apoios e patrocínios; - 5% Doações;

12) c) Quanto você já investiu no seu projeto para a operação deste ano?

  • Investimento entre R$10.000 e R$50.000

12) d) Qual é o orçamento necessário para o funcionamento do seu projeto durante 1 ano?

  • acima de R$ 100.000

13) Equipe: qual é a atual composição da sua equipe (papéis, qualificação, tempo integral x temporários, etc)? Como essa composição se transformará no futuro do seu projeto?

Atual: 1 Criador de Conteúdo / produtor executivo / roteirista - tempo integral - Idealizador do projeto; 1 Diretor de Produção / editor de vídeo / operador de câmera - durante a produção dos filmes; 1 Operadores de câmera - durante a produção dos filmes; 1 Editor de áudio - durante a produção dos filmes; 1 Editor de arte - durante a produção dos filmes; Futuro: 1 Produtor Executivo - tempo integral - Idealizador do Projeto; 1 Criador de Conteúdo - tempo integral; 1 Diretor de Produção - tempo integral; 3 Operadores de câmera - durante a produção dos filmes; 3 Editores de vídeo - durante a produção dos filmes; 1 Editor de áudio - durante a produção dos filmes; 1 Editor de arte - durante a produção dos filmes; 1 Roteirista - durante a produção dos filmes;

14) Diversidade na equipe: descreva a diversidade de sua equipe e inclua informações sobre a distribuição de cargos.

1 Criador de Conteúdo / produtor executivo / roteirista - masculino, sem necessidades especiais, classe média, branco; 1 Diretor de Produção / editor de vídeo / operador de câmera - masculino, sem necessidades especiais, classe média, branco; 1 Operadores de câmera - masculino, sem necessidades especiais, classe baixa, pardo; 1 Editor de áudio - masculino, sem necessidades especiais, classse média, branco ; 1 Editor de arte - masculino, sem necessidades especiais, classse média, branco;

15) a) Diversidade do público de sua iniciativa: o seu projeto tem como foco específico algum dos seguintes grupos?

  • Outra Comunidade Tradicional

15) b) Diversidade de público da iniciativa: Dê exemplos reais de como o seu projeto está conseguindo impactar todos os grupos que você indicou na pergunta anterior.

O projeto impacta toda e qualquer comunidade tradicional que se encontrar dentro ou no entorno das áreas naturais que são divulgadas. Por exemplo, o próximo filme sobre o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, terá um impacto econômico direto no turismo local, já que boa parte da comunidade do entorno depende da renda vinda do turismo. Esperamos um incremento significativo na visitação do Parque já que é uma área ainda pouco visitada (9 mil pessoas em 2019) e pouco conhecida, embora possua uma capacidade de carga (capacidade de receber visitantes de forma sustentável) de aproximadamente 130 mil pessoas por ano.

16) Como você soube desse desafio?

  • Mídia social

Find this idea inspiring? Add your own!

0 comments

Join the conversation:

Comment